Senhores tripulantes, bem vindos à Nova Era!!!

O papel de Terapeuta Holístico cada vez mais torna-se complexo, abrangente e de extrema responsabilidade, pois toca no coração e na alma de seres humanos, com crenças e valores diferenciados, vivendo seu dia a dia entre a necessidade do Ter e buscando qualidade de vida que atenda o Ser.

Diante da imposição de uma sociedade ultrapassada, com valores que não condizem mais com nossa realidade, deixam de viver seu processo de evolução natural. Sofrem preconceitos por terem opções de sexo e relacionamentos que satisfaçam a necessidade de viver a felicidade plena, independente de sua forma humana. Normalmente são seres que buscam trazer para nossos dias o que há de melhor em sua alma e essência.

Vivemos a Nova Era, e fazemos parte de uma imensa ponte entre todos os tipos de seres humanos, com um emaranhado de crenças, valores, ética e experiências nas relações (profissional, pessoal), sem contar que também somos seres humanos nesse processo de evolução turbinado.

Por vários anos escutamos falar sobre os tipos de crianças que passaram a habitar nosso planeta, definidas como Cristal. Alma que chega com verdade, transparência e sede de transformação, com a missão de tornar este planeta em algo cada vez melhor, transbordando a igualdade em sua forma de viver e a plenitude do amor sagrado.

Chegam normalmente para amar, doar o que possuem de melhor, não competir, não destruir, buscando evoluir em benefício de todos. Quando se encontram em desequilíbrio, sentem um vazio no coração, nunca completado pelo amor humano, nem se sentem recompensados ou valorizados por tudo o que oferecem.

Esses seres, independente de idade (criança, jovem, adulto), são dotados de uma inteligência ímpar e normalmente marginalizados pela sociedade, por seus educadores e familiares. Parte é vista ou diagnosticada como hiperativos, bipolares, anti-sociais, entre outros. Sentem-se não amados e desejados desde sua concepção, não se apegam numa religião, nem em grupos, profissões, relacionamentos, pois pensam de forma diferente e se fecham cada vez mais em seu mundo interior. Vivem a dor, angústia e clausura de alma. Muitos desistem da vida e se entregam a todos os tipos de vícios.

Cada vez mais, o papel de Terapeuta vai além dos estudos, especializações e vivências. Se não tocarmos em seu coração e alma, fazendo com que ele se volte para si, reconheça e enfrente suas negações e bloqueios como processo natural, creia que somos seres humanos únicos em um processo de evolução (individual e coletivo), que devemos vivenciar todos os ciclos de vida e situações conforme nossas escolhas e verdade interna, sem estabelecer limites, interferências ou comparações com o processo de evolução do outro, enquanto terapeutas e seres humanos, não nos sentiremos úteis em nosso propósito de vida maior e na condução natural de cada alma.

Talvez a grande sacada esteja em deixarmos de seguir regras e padrões pré-estabelecidos, esquecermos os títulos que vamos acumulando durante nossa vivência profissional e sermos somente um fio condutor de boas energias entre, o Ser humano em atendimento e o plano Maior de luz.

Utilizo em minha consulta a radiestesia (que é uma ciência), os florais (água vibracional tida como remédio da alma) e o equilíbrio de energia (fluxo da energia vital entre a glândula timo, demais glândulas, chacras e corpos), como ferramentas quânticas. São identificados aspectos externos (ambientes e pessoas de sua vivência que trazem o desequilíbrio, inclusive espiritual) e internos (sua forma de ser, agir e compor suas telas mentais). Há um resgate da consciência e a liberação do que ainda estava preso no passado, bloqueios presentes e projeção de telas mentais duvidosas e perigosas.

É incrível poder atender uma criança com nove anos de idade que entra em consulta sozinho e diz da dor que sente no coração e na alma, que veio para amar e ser amado e se sente agredido na forma de vivência de seu pai. Pede para incluir em sua fórmula floral uma essência que o faça identificar quando as pessoas estão brincando ou falando sério, para que ele possa interagir de forma natural.

Sou muito feliz por fazer parte desse processo de transformação da Terra e poder vivenciar o novo, que chega com a evolução e valorização do Ser humano, onde cada vez mais o Ter é simplesmente uma conseqüência .

Nosso planeta permanecerá o mesmo, porém, para vivenciá-lo, cada alma aqui habitada terá que fazer sua opção, na doação e dedicação com a mesma igualdade e verdade, não julgar nem interferir no processo coletivo.

O Ser viverá intensamente sua forma única, independente de suas escolhas, e terá um sentido de vida em excelência.

Bem vindos.

Carlos Tonello  –  Terapeuta Holístico